Internacional
Estátua de Michael Jackson removida de museu britânico após denúncias de abuso
Michael Jackson foi preso pela polícia de Santa Bárbara pela suspeita de abusos sexuais de menores. Em tribunal, o cantor viria a ser absolvido Foto: Reuters
Redação Lux em 7 de Março de 2019 às 14:18

Uma estátua de Michael Jackson foi removida do Museu Nacional do Futebol, em Manchester, Inglaterra, onde estava desde 2014, após as novas denúncias de abuso sexual vindas a público no documentário "Leaving Neverland".

"O Museu Nacional do Futebol fez uma série de mudanças nas suas exposições e nos objetos expostos nos últimos meses. Como parte de nossos planos para representar melhor as histórias que queremos contar, tomamos a decisão de remover a estátua de Michael Jackson da exibição", disse a instituição através de comunicado.

No documentário, Wade Robson e James Safechuck acusam o cantor de abusar sexualmente deles ao longo de vários anos, quandoeram crianças. 

A família do falecido rei do pop está furiosa e Taj Jackson, sobrinho do cantor, avançou que vai produzir um  novo filme para combater as ‘mentiras crueis e calculadas’.

Na esteira das críticas, a primatóloga Jane Goodall acusou também o cantor de espancar o seu chimpanzé Bubbles.

 

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção