Nacional
Redação Lux em 14 de Março de 2019 às 17:19
Fotos: Joana Solnado junta-se a iniciativa solidária no Hospital de S. João do Porto
1/4 - Joana Solnado - Projeto Chicco dá Vida Foto: DR
2/4 - Joana Solnado - Projeto Chicco dá Vida Foto: DR
3/4 - Joana Solnado - Projeto Chicco dá Vida Foto: DR
4/4 - Joana Solnado - Projeto Chicco dá Vida Foto: DR

Joana Solnado esteve no Hospital de S. João do Porto para a cerimónia oficial de entrega de equipamentos à Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, no âmbito do projeto Chicco dá Vida. 

Mãe de uma menina de 6 anos, identificou-se desde logo com o projeto.

“É com imenso orgulho que dou a cara por este projeto e por esta marca que me acompanha há quase 7 anos, desde a minha gravidez. É muito importante fazer parte de um projeto que realmente faz a diferença, ao qual é impossível ficar indiferente.”

Esta é a 12.ª vez que a Chicco celebra o projeto de responsabilidade social CHICCO DÁ VIDA.

Com este projeto, a marca pretende contribuir, de forma mais abrangente, estruturada e continuada, para o bem-estar das crianças e das suas famílias, respeitando sempre a sua principal missão: a felicidade dos bebés.

1% das vendas das lojas da marca em agosto e setembro de 2018 ajudaram a equipar a Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais do Hospital de S. João, no Porto. Foram entregues 3 equipamentos: uma sonda de ecografia, um monitor de função cerebral, e um monitor de sinais vitais.

Um contributo essencial para o hospital, onde nascem mais de 2600 bebés e cerca de 450 passam pela Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais. A responsável do serviço de neonatologia, a Prof. Doutora Hercília Guimarães, agradeceu à Chicco, explicando que “as ofertas são extraordinariamente úteis para o serviço de neonatologia, e vão efetivamente dar melhor qualidade de vida aos bebés que por aqui passam.”
 

Para Filipa Remígio, Marketing and Sales Director da Artsana Portugal, “este projeto é uma forma de podermos estar presentes num momento tão importante como o nascimento de um bebé. Sabíamos que graças aos avanços da tecnologia e à criação das unidades de neonatologia sobrevive hoje um maior número de recém-nascidos prematuros, mas também sabemos que muitas vezes as unidades estão subequipadas. Ambicionamos o melhor para todos os bebés e famílias, é esse o nosso compromisso enquanto marca, e é por isso que todos os anos ajudamos a equipar uma nova unidade.”

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção