Internacional
Redação Lux em 27 de Outubro de 2017 às 09:00
77 milhões de euros por uma cremação

Morreu há um ano, depois de ter estado 70 anos no poder. Bhumibol, rei da Tailândia foi o monarca com maior longevidade do mundo. Desde a sua morte, em outubro de 2016, que o país vive o luto nacional.

O corpo do monarca que esteve, até agora, no Grande Palácio, em Banguecoque, recebeu a visita de 12 milhões de pessoas. Agora, chegou a hora da cremação.

No dia 26 de outubro, foi decretado feriado nacional e os tailandeses foram aconselhados a vestir preto ou branco, saindo à rua em peso. Bem como a família real.

Foi o atual rei da Tailândia, filho de Bhumibol, quem acendeu a pira. As cinzas foram depois levadas parao Grande Palácio. 

À cerimónia, que custou 76,7 milhões de euros, assistiram 250 milhões de visitantes.  

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção