Internacional
Redação Lux em 2012-04-18 15:45
Breivik mantém correspondência com simpatizantes do mundo inteiro
1/19 - Julgamento de Anders Breivik Foto: Reuters
2/19 - Anders Breivik Foto: Reuters
3/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
4/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
5/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
6/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
7/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
8/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
9/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
10/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
11/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
12/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
13/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
14/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
15/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
16/19 - Julgamento de Anders Breivik (REUTERS)
17/19 - Anders Breivik em tribunal Foto: Epa/Lusa
18/19 - Anders Breivik em tribunal (Epa/Lusa)
19/19 - Anders Breivik em tribunal (Epa/Lusa)

Breivik, que está a julgado em Oslo pelos atentados de 22 de julho de 2011, nos quais morreram 77 pessoas, mantém correspondência com seguidores e simpatizantes políticos do mundo inteiro, avança a agência EFE.

«Tratam-se de cartas com inequívocas declarações de apoio com os mesmos pontos de vista políticos do observado. São cúmplices políticos, usam a mesma linguagem e terminologia que ele», regista o psiquiatra Terje Tørrissen no segundo estudo mental feito de Breivik.

No relatório, Tørrissen diz ainda que alguns dos simpatizantes de Breivik dizem sentir-se inspirados pelo extremista.

A penitenciária de Ila, onde Breivik está preso há nove meses, confirmaram que o «mosntro de Oslo» recebe muitas cartas diariamente.

Breivik diz que mantém contato com seguidores de mais de vinte países e que o volume de cartas é tão grande que não consegue ler e responder a todas.

No decorrer do julgamento, Breivik tem feito declarações chocantes nomeadamente que agiu «em defesa pessoal» e que os seus atentados «foram os mais espetaculares desde a II Guerra Mundial».

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado