Internacional
Redação Lux /IP em 2010-12-13 16:49
Declarado culpado violador e raptor da jovem americana Elizabeth Smart

Brian David Mitchell, acusado de sequestro e violação da jovem norte-americana Elizabeth Smart, foi considerado culpado, esta segunda-feira, por um tribunal de americano

A história do homem que raptou a jovem aos 14 anos, de sua casa em Utah, e a violou diariamente, durante quase nove meses, despertou o interesse da opinião pública norte-americana.

Smart esperou durante de oito anos para ouvir a sentença depois de um júri federal deliberar durante mais de cinco horas sobre o destino de Brian David Mitchell, acusado de raptar a jovem e sujeitá-la, diariamente, a relações sexuais durante os nove meses em que a manteve presa.

Segundo a agência EFE assim que ouviu a sentença, Smart, de 23 anos, não escondeu a satisfação pela condenação do seu raptor que entoou orações durante a leitura da sentença.

«Espero que este caso sirva de exemplo de que afinal a justiça funciona nos Estados unidos e que é sempre possível avançar depois de um acontecimento terrível», afirmou Smart à saída do tribunal.

Smart acompanhou sempre de muito perto todo o processo em tribunal e deu um testemunho apaixonante desde o momento em que foi raptada da sua casa e durante nove meses viveu as mais diferentes violações num acampamento na montanha.

Para desgosto da vítima e da família o caso arrastou-se durante sete anos nos tribunais desde que Mitchell foi considerado inimputável por um tribunal que afirmou que o acusado sofria de distúrbios mentais.

Os advogados de Smart recorreram concentrando-se na saúde mental de Mitchell. Em tribunal os advogados do raptor não refutaram a autoria do crime mas sempre invocaram que Mitchell sofria de problemas mentais, logo que não devia ser responsabilizado pelos seus atos. Antes devia ser enviado para um hospital psiquiátrico.

Uma tese sempre refutada pelos advogados de acusação que alegavam que Mitchell simulava uma doença mental para evitar a condenação qualificando-o de «predador camaleão».

A sentença final vai ser conhecida a 26 de Maio. Mitchell arrisca prisão perpétua.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários