Internacional
Indiferente às notícias de traição do marido, Kate mostra-se feliz ao lado de William
Kate e William na Missa Pascal 2019 Foto: Arquivo Lux
Rita Pacheco em 2 de Maio de 2019 às 18:00

O filho mais novo de Kate e William fez 1 ano no dia 23 de abril e os duques de Cambridge assinalaram a data com um conjunto de três imagens de Louis.

As fotografias, à semelhança do que já vem sendo tradição, foram captadas pela lente de Kate, uma apaixonada por fotografia. Louis foi fotografado pela mãe nos jardins de Norfolk, a residência dos duques. Para esta ocasião, o filho mais novo de Kate e William usou uma camisola de malha com um cão, da Trotters, que custa 50 euros e que esgotou poucas horas depois das imagens serem divulgadas.

A família celebrou o primeiro ano de Louis de forma privada, no Palácio de Kensington, uma vez que William viajou nessa mesma noite para a Nova Zelândia, para uma visita oficial a solo, já que Kate fica em Inglaterra com os três filhos.

O aniversário do príncipe aconteceu dias depois de a família se juntar à rainha Isabel II, para comemorar o 93.º aniversário da soberana e celebrar a Páscoa. William e Kate viajaram até Windsor para assistir à tradicional missa, na capela de St. George, a mesma onde Harry e Meghan se casaram.

Muito sorridente, Kate fez questão de se mostrar indiferente às recentes notícias que afirmavam que William lhe teria sido infiel. Feliz, a duquesa conversou animadamente com o marido, afastando os rumores de mal-estar. Para esta ocasião, Kate mostrou toda a sua elegância num conjunto Alexander McQueen, que tinha estreado em 2014 durante uma viagem oficial à Austrália.

Apesar da aparente felicidade de Kate, foi, no entanto, visível a tensão entre William e Harry. Sem Meghan, que está a dias de ser mãe, Harry assistiu sozinho à missa da Páscoa e os irmãos não disfarçaram algum desconforto entre si. Segundo a especialista em linguagem corporal, Judi James, “o príncipe Harry fez de tudo para evitar o príncipe William. Vê-los na missa da Páscoa foi como estar a  olhar para dois estranhos”. E continuou:

“Com a proximidade do parto de Meghan, Harry estava sozinho, mas não houve qualquer sinal de vontade de se juntar a William e Kate, como sempre fazia à chegada ou à saída da igreja. Parecia mesmo que Harry estava a evitar o irmão.”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção