Internacional
Johnny Depp assume depressão profunda
Johnny Depp - "Murder on the Orient Express" no Albert Hall em Londres 02.11.17 Foto: Reuters
Redação Lux em 3 de Julho de 2018 às 12:55

Johnny Depp assumiu que sofreu uma profunda depressão. Nas confissões feitas à revista Rolling Stone, o ator disse:

“Estava tão em baixo. Era como se acreditasse que já tinha partido. Pensava ‘Vais chegar a algum lugar com os olhos abertos e sair de lá com os olhos fechados’. Não podia suportar aquela dor que estava a viver todos os dias, então bebia vodka logo de manhã e começava a escrever até que as lágrimas me enchessem os olhos e não pudesse ver mais nada.”

O ator tem vivido anos complicados desde o divórcio em 2016 da atriz Amber Heard, que o acusou de violência doméstica, bem como com problemas de dívidas que o levaram a envolver-se numa batalha legal com o seu antigo contabilista, que o acusa de sofrer de um “distúrbio de compra compulsiva”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção