Internacional
Bolsonaro: Complicações pós-cirurgia adiam alta
Jair Bolsonaro Foto: DR
Redação Lux em 6 de Fevereiro de 2019 às 17:03

Jair Bolsonaro ainda não recebeu alta hospitalar, como previsto, devido a complicações nos últimos dias após a cirurgia abdominal.

Segundo Otávio do Rêgo Barros, porta-voz do presidente brasileiro: “não será mais o dia de alta de nosso presidente, até porque ele entrou num estágio que está sendo administrado antibióticos por no mínimo sete dias. A partir de hoje já contarmos um prazo, por no mínimo sete dias, que é exatamente o tempo de ação do antibiótico para debelar eventual infecção que possa ser gerada”.

Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia para retirar uma bolsa de colostomia e estabelecer a ligação entre o intestino delgado e parte do intestino grosso, no dia 28 de janeiro, no hospital Albert Einstein de São Paulo.

Recorde-se que Jair Bolsonaro foi esfaqueado na barriga no dia 6 de setembro do ano passado, quando andava em campanha presidencial. O Presidente do Brasil foi operado para retirar a bolsa de colostomia que tem usado, para  voltar a estabelecer a ligação ao trânsito intestinal. Esta é a terceira vez que o líder brasileiro tem de ser submetido a uma operação depois do ataque.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção