Internacional
Redação Lux em 6 de Julho de 2018 às 12:11
Inglaterra prepara plano de reação à morte da rainha Isabel II

Isabel II cancelou, pela primeira vez, a sua participação nas celebrações do 200.º aniversário da Ordem de São Miguel e São Jorge, na Catedral de São Paulo por razões de saúde e os ministros do Governo britânico reuniram-se, também pela primeira vez, para ensaiar o plano de reação para quando Isabel II de Inglaterra morrer.

Com o nome de código “London Bridge”, a preparação do plano de reação à morte da rainha foi presidida por David Lidington, adjunto da primeira-ministra, Theresa May.  

O jornal “The Sunday Times” referiu que nesta ação “sem precedentes” também estiveram elementos das autoridades britânicas, para antecipar o dia seguinte à morte da rainha Isabel II, o chamado “D+1”. Ficou também definido que quando Isabel II morrer o Reino Unido terá dez dias de luto nacional.
 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção