Internacional
Niki Lauda internado cinco meses depois de um transplante de pulmão
Niki Lauda e Birgit Wetzinger - Laureus World Sports Awards 2016 em Berlim 18.04.16 Foto: Reuters
Redação Lux em 7 de Janeiro de 2019 às 15:16

O antigo piloto de Fórmula 1, Niki Lauda, foi internado num hospital na sua Áustria natal, com, um quadro de gripe, cinco meses depois de ter efetuado um transplante de pulmão.

De acordo com o jornal austríaco "Osterreich", o antigo piloto, diretor não executivo da Mercedes desde 2012, foi transportado de urgência de Ibiza, onde se encontrava de férias, e internado nos cuidados intensivos.

Segundo a "BBC", os médicos estão a tomar o máximo de precauções devido à seriedade da cirurgia de transplante que Lauda realizou em agosto no âmbito de uma "doença pulmonar muito grave".

Na altura, os médicos disseram que o piloto austríaco teria três a sete dias de vida se não fosse submetido ao transplante.

Recorde-se que Lauda sofreu um grave acidente em 1976 ficando preso dentro de um Ferrari em chamas no Grande Prémio da Alemanha.

O piloto sofreu  queimaduras graves na cara, mãos e nos pulmões mas 40 dias depois, voltou a correr.  Em 1997 e 2005, Lauda foi submetido a transplantes de rins. Este último transplante de pulmão, em agosto, não foi relacionado com sequelas do acidente, segundo os médicos. 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção