Internacional
Hugh Jackman relembra sofrimento por ter sido abandonado pela mãe
Hugh Jackman - 2017 MTV Movie/TV Awards 07.05.17 Foto: Reuters
Redação Lux em 7 de Maio de 2018 às 18:30

Jackman afirma sempre que, acima de tudo, a prioridade dele e da mulher são os filhos, Oscar, de 17 anos, e Ava, de 12.

A relação que tem com a família que criou preenche muito do sofrimento que viveu em criança. No programa “60 Minutos”, Hugh Jackman não conseguiu conter as lágrimas, ao falar do dia em que a mãe o abandonou:

“Lembro-me perfeitamente da manhã em que se foi embora. A minha mãe estava com uma toalha enrolada na cabeça e despediu-se de mim, antes de eu sair para a escola. Quando voltei não estava ninguém em casa. No dia seguinte, recebemos um telegrama de Inglaterra, a dizer que estava lá. E foi assim. Só aos 12 ou 13 anos é que percebi que ela não iria voltar.”

Hugh Jackman e os irmãos ficaram a viver com o pai, a quem o ator descreve como um “rochedo” e conta.

“Ele rezava todos os dias para a minha mãe voltar. Tudo o que aprendi sobre lealdade e estar presente nos momentos bons e maus foi com ele.”

Apesar da amargura de ter sido abandonado, Hugh Jackman afirma que quando foi pai, conseguiu perdoar a mãe.

“Há uma altura em que temos de deixar de culpar os outros pela nossa desgraça. Não podemos viver obcecados com o que poderia ter sido.”

A mãe do ator continua a viver em Inglaterra, de onde é natural, e está com o filho três a quatro vezes por ano.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção