Internacional
Dois anos após a separação, Angelina Jolie e Brad Pitt chegam a acordo
Brad Pitt e Angelina Jolie - 86ª Cerimónia de entrega dos Óscares da Academia de Hollywood Foto: Reuters
Redação Lux em 7 de Dezembro de 2018 às 16:00

A batalha de mais de dois anos de Angelina Jolie e Brad Pitt terminou finalmente com um acordo entre as partes.

Através de comunicado, a atriz deu a entender que saiu vencedora na disputa mas, segundo fonte próxima do ator citada pela revista americana “Us Weekly” foi a atriz que teve de ceder nas suas exigências, aproximando-se das condições desejadas por Brad Pitt.

“Um acordo sobre a custódia foi alcançado há algumas semanas e foi assinado por ambos e pelo juiz. O acordo, que é baseado nas recomendações de um especialista, acaba com a necessidade de um julgamento. O registo e os detalhes do acordo são confidenciais para proteger os interesses das crianças”, diz o comunicado assinado por Samantha Bley DeJean, advogada de Angelina.

Brad Pitt terá conseguido então garantir o direito à guarda compartilhada dos seis filhos e, a partir de agora, não terá mais monitorização dos seus encontros, algo que acontecia desde que se separou de Angelina, em setembro de 2016.

O acordo pressupõe ainda o controle repartida das agendas dos seis filhos entre Angelina e Brad Pitt através da app Our Family Wizard.

Os atores são pais de Maddox, de 17 anos, Pax, de 15, Zahara, de 13, Shiloh, de 12, e dos gémeos Knox e Vivienne, de 10.

Recorde-se que o ator está em alta, a terminar as filmagens do último projeto de Tarantino “Era Uma Vez em Hollywood”, juntamente com Leonardo DiCaprio e com mais sete projetos no cinema agendados para o próximo ano.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção