Internacional
Redação Lux em 10 de Novembro de 2017 às 15:46
Atriz de 'Smallville' é apontada como líder de culto sexual
1/5 - Allison Mack Foto: DR
2/5 - Allison Mack Foto: DR
3/5 - Allison Mack Foto: DR
4/5 - Allison Mack Foto: DR
5/5 - Allison Mack Foto: DR

Mais um escândalo sexual que nos chega Hollywood. Desta vez, a trama envolve escravidão sexual e uma seita de cultos eróticos. 

Allison Mack, de 35 anos, atriz que encarna Chloe Sullivan, a amiga Clark Kent na conhecida série “Smallville”, está a ser apontada como uma das líderes de um culto sexual nos EUA e que está a ser investigado por extorquir, espancar e tatuar os seus membros.

Segundo o jornal Daily Mail, a atriz era responsável por recrutar jovens para participarem no culto. Estas jovens, preferencialmente magras, eram marcadas com tatuagens com as iniciais de Allison e do fundador da seita, Keith Reinere. A seita funcionaria através de um esquema de pirâmide e quem não recrutasse novos membros, era sujeito a punições que incluiam espancamentos e tatuagens, liderados por Allison Mack.

As tatuagens incluiam as iniciais do nome da atriz e do fundador da seita, Keith Reinere.

O caso foi trazido a público por um membro que deixou a seita DOS, Frank Parlato, e que, em entrevista ao The Sun, revelou, em primeira mão, os pormenores sórdidos. Embora não tenha citado o nome de Allison Mack, o Daily Mail, posteriormente, avançou o nome da atriz.

A seita deriva de um grupo de autoajuda chamado “NXIVM”. Keith Raniere, apontado como fundador do grupo.

O agente de Allison Mack afirmou que a atriz se recusa a comentar as acusações e não dará entrevistas.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção