Internacional
Redação Lux em 12 de Março de 2019 às 12:22
Não há sobreviventes entre as 157 pessoas do avião da Ethiopian Airlines
1/3 - Queda do avião da Ethiopian Airlines
2/3 - Queda do avião da Ethiopian Airlines
3/3 - Queda do avião da Ethiopian Airlines

Um avião da Ethiopian Airlines caiu na manhã deste domingo, 9 de março, a 62 quilómetros de Adis Abeba, capital da Etiopia, às 8h44 da manhã, hora local. 

A bordo seguiam 157 pessoas, 149 passageiros e oito membros da tripulação a bordo. Nenhuma sobreviveu.

O avião, que tinha como destino Nairóbi, no Quénia, despenhou-se seis minutos após a descolagem e caiu perto da cidade de Bishoftu, a 62 quilómetros de Adis Abeba, capital da Etiopia.

O comandante comunicou dificuldades e pediu para regressar mas já não conseguiu controlar o avião.

Entre as vítimas encontravam-se 19 delegados das Nações Unidas que iriam participar numa cimeira da ONU dedicada ao ambiente.

Estes delegados, muitos deles voluntários, trabalhavam no Programa Mundial de Alimentação, na sede de Nairobi das Nações Unidas, para o Alto Comissariado para os Refugiados, União Internacional de Telecomunicações,  A Organização para a Comida e Agricultura, a Organização Internacional de Migrações, o Banco Mundial e a Missão de Assistência Humanitária para a Somália.

Um avião do mesmo modelo - Boeing, 737-800 MAX -  despenhou-se em outubro do ano passado no mar de Java num voo da Lion Air provocando a morte de 189 pessoas.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção