Internacional
Pamela Anderson defende o filho que agrediu o pai: 'Não estava a agir como um pai'
Pamela Anderson em França pela defesa dos patos contra o "foie gras" 19.01.2016 Foto: Reuters
Redação Lux em 14 de Março de 2018 às 21:00

Pamela Anderson defendeu o filho Brandon, de 21 anos, depois de este ter agredido o pai, Tommy Lee.

A atriz mostrou que está totalmente do lado do filho e, num comunicado enviado à imprensa, intitulado ‘o alcoolismo é o diabo’, Pamela diz que o ex-companheiro perdeu o controlo:

“Rezo para que o Tommy consiga a ajuda de que precisa. As suas ações são de desespero e humilhação. Está num ciclo desastroso e fora de controlo. Não estava a agir como um pai. Mas nãoé nada de novo. Não voltarei a falar com o Tommy até que ele fique sóbrio e consciente. Mantenho-me do lado do meu filho, que agiu em autodefesa e temeu pela sua vida.”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção