Internacional
Felicity Huffman declara-se culpada e diz que a filha tinha 'dificuldades de aprendizagem'
Felicity Huffman 2 - Os penteados que brilharam nos Globos de Ouro 2016 Foto: Reuters
Redação Lux em 14 de Maio de 2019 às 18:58

Felicity Huffman declarou-se culpada no escândalo da compra de vagas em universidades nos EUA. A sentença da atriz está estimada em quatro meses de cadeia e não prisão domiciliar, segundo o TMZ.

No seu depoimento, a atriz alegou que  agiu por “razões médicas legítimas” porque a filha tinha "dificuldades de aprendizagem”, sendo acompanhada por um neuropsicólogo.

A atriz frisou ainda que Sofia não tinha qualquer conhecimento da acção da mãe. 

"Terei de viver com esta transgressão face a ela e ao público o resto da minha vida. O meu desejo de ajudar a minha filha não é desculpa para infringir a lei ou ser desonesta. Aceito plenamente a minha culpa, sinto um profundo pesar e vergonha sobre o que fiz, aceito a plena responsabilidade pelas minhas ações e aceito as consequências que derivam dessas ações", disse em tribunal.

"Tenho vergonha da dor que eu causei à minha filha, à minha família, aos meus amigos, aos meus colegas e à comunidade educativa. Quero pedir desculpas a todos eles e, especialmente, quero pedir desculpas aos estudantes que trabalham duramente todos os dias para chegar na faculdade, e para os pais que fazem enormes sacrifícios para apoiar os seus filhos de forma honesta”, acrescentou.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção