Internacional
Celebridades de Hollywood unem-se em protesto contra mudanças nos Óscares 2019
Goerge Clooney - Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF) 09.09.17 Foto: Reuters
Redação Lux em 15 de Fevereiro de 2019 às 10:45

George Clooney, Brad Pitt, Robert de Niro, Sandra Bullock, Emma Stone e Jon Hamm já adicionaram os seus nomes à carta aberta dos realizadores Martin Scorsese, Spike Lee e Alfonso Cuarón a protestar contra os planos dos organizadores do Óscar de entregar os prémios de Melhor Fotografia, Montagem e outras categorias durante os intervalos comerciais da cerimónia.

Recorde-se que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou no início desta semana que os  prémios de Melhor Fotografia, Montagem, Curtas-metragens e Cabelo e Maquilhagem seriam apresentados durante os intervalos comerciais da transmissão do dia 24 de fevereiroe que os discursos de agradecimento dos vencedores seriam posteriormente incluídos no programa.

A decisão da Academia prende-se com o esforço para reduzir o tamanho da transmissão dos Óscares - que entrega 24 estatuetas na cerimónia - para três horas e aumentar o número de telespetadores. Um total de 24 estatuetas são entregues durante a cerimónia. A exclusão das categoraias citadas resultaria em menos 40 minutos de emissão.

Alfonso Cuarón, nomeado aos Óscares pela fotografia e realização de “Roma”, registou no twitter:

“Na história do cinema, obras de arte já existiram sem som, sem cor, sem uma história, sem atores e sem música. Nenhum único filme jamais existiu sem fotografia e sem montagem".

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção