Internacional
Casal francês que roubou quadros de Picasso condenado a dois anos de cadeia
Gravura de Picasso: «A mulher que chora» atinge recorde em Nova Iorque
Redação Lux em 16 de Dezembro de 2016 às 13:00

O antigo eletricista do Pablo Picasso, Pierre Le Guennec, e a mulher foram condenados hoje a dois anos de prisão pelo roubo de 271 obras do pintor espanhol que residia em França.

Segundo o tribunal da Provença, que decretou a sentença, o casal manteve durante mais de quarenta anos os trabalhos de Picasso na garagem da sua residência.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção