Internacional
Irmão de Harvey Weinstein também é acusado de assédio sexual
Amanda Segel Foto: Twitter
Redação Lux em 18 de Outubro de 2017 às 09:33

Bob Weinstein, irmão de Harvey Weinstein, no centro de um escândalo sexualm sem precedentes na indústria cinematográfica de Hollywood, acaba de ser também ele acusado de assédio sexual. 

Bob Weinstein, de 62 anos, irmão mais novo do produtor, é acusado pela produtora executiva do programa 'The Mist',  Amanda Segel, que clama "atenção indesejada" desde junho de 2016 até ter colocado um advogado a tratar do assunto.

Amanda queixa-se de que Bob a convidava repetidamente para jantar e para ir consigo a festas e eventos. O advogado de Bob Weinstein insiste que o seu cliente não fez nada de mal. 

"A história sobre Bob Weinstein está pejada de afirmações falsas e enganosas por parte de Ms. Segel e temos emails que o provam, mas mesmo que acreditem no que ela diz não contém o que seja de toque inapropriado ou pedidos expressos de toques e favores sexuais. Em lugar nenhum no mundo Bob Weinstein é culpado de assédio sexual, e mesmo que se acredite no que esta pessoa diz, nunca se chegaria a essa conclusão". 

Apesar da The Weinstein Company confirmar que os dois jantaram juntos, a empresa insiste que não houve "comportamento indevido" com Amanda em qualquer circunstância. 

"Bob Weinstein jantou com Ms. Segel em LA em Junho de 2016. Ele nega quaisquer alegações de comportamento indevido ao jantar ou depois deste. É muito triste que estas alegações tenham surgido", regista a companhia através de comunicado. 

À rejeição das acusações, a advogada de Amanda Segel, Suann MacIssac, chamou "esforços vergonhosos de negação (...) "Amanda Segel foi vítima de assédio sexual por parte de Bob Weinstein".

Segundo a Variety, Amanda e os executivos da TWC assinaram um acordo em que esta nunca estaria no mesmo espaço que Bob, nem receberia telefonemas deste, reservando-se a companhia à opção de mantê-la ou não em funções numa segunda temporada do programa.

'The Mist', que era baseado num livro de Stephen King, foi cancelado pela Spike TV após a primeira temporada. A série tinha Amanda e Christian Torpe como produtores executivos e Bob e Harvey Weinstein, juntamente com David Glasser, como porodutores executivos da parte da TWC-Dimension Television.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção