Internacional
Aos 31 anos, Lena Dunham revela ter removido o útero
Lena Dunham - Jantar anual da Revista Elle «Women in Television» em Los Angeles Foto: Reuters
Redação Lux em 19 de Fevereiro de 2018 às 13:00

Lena Dunham, criadora e protagonista da série Girls, revelou ter feito uma histerectomia porque sofria de endometriose.

A atriz, de 31 anos, escreveu um texto para a revista Vogue, em que explica que a endometriose causava dores insuportáveis e decidiu fazer a cirurgia, nos finais de 2017.

A endometriose é a designação dada ao processo clínico no qual as células que constituem o endométrio ( uma das camadas que constitui o útero e corresponde ao seu revestimento interno) se encontram fora da sua localização normal, por exemplo no peritoneu pélvico, nos ovários, na bexiga, no apêndice, intestinos ou, até, no diafragma.

Após esta operação, não é possível engravidar, mas a atriz revelou que vai fazer testes para detectar a possível presença de ovócitos e, se os exames forem positivos, considera ser mãe através de uma barriga de aluguel. A atriz também pondera a possibilidade de adotar uma criança.

“Achava que antes não tinha opções, mas agora sei que tenho. Logo começarei a explorar os meus ovários, que estão dentro de mim algures entre os meus órgãos e cicatrizes, para ver se têm óvulos”, afirmou a atriz.

Recorde-se que, no início do ano, a atriz separou-se do músico Jack Antonoff com quem namorava há cinco anos, decidiram terminar o seu relacionamento.

Uma fonte disse ao E! News: "Foi mútuo. Jack e Lena estavam a distanciar-se e fez sentido para eles acabar a relação no ponto em que estava. Desejam o melhor um ao outro. Vão ambos seguir com as suas vidas."

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção