Internacional
Barbra Streisand revela que nunca foi assediada: 'Sempre trabalhei com grandes homens'
Barbra Streisand homenageada no Paley Fest em Los Angeles Foto: DR
Redação Lux em 22 de Março de 2018 às 11:43

Barbra Streisand foi homenageada no Paley Fest em Los Angeles. Streisand recebeu o  Paley Center for Media’s Icon Award, pelo seu trabalho pioneiro como atriz, diretora, produtora, cantora e autora de canções que, ao longo dos anos lhe renderam 2 Óscar, 10 Grammy, 8 Globos de Ouro, 4 Emmys, 4 Peabody Awards, um Special Tony Award e uma Medalha Presidencial de Liberdade, entre outros prêmios.

Na conversa com o produtor de cinema e televisão americano Ryan Murphy, a atriz, de 75 anos, foi questionada sobre a temática do assédio tão em voga e revelou que nunca teve um um momento #MeToo.

Com humor, a artista justificou o facto por ser portadora de uma beleza menos convencional.

“Eu não era como essas lindas raparigas com belos ‘narizinhos’. Talvez por isso não era assediada. Eu não tinha ideia.”

Streisand  enalteceu ainda o sexo masculino evidenciando que as suas melhores colaborações foram com homens e que estes a tratavam como parceira criativa, solicitando as suas ideias.

“Eu adorei Funny Girl (...) São as mais maravilhosas memórias que tenho de meu início de carreira, pelo motivo de eu ter trabalhado com grandes homens.”.

 

Leia também:

Jennifer Lopez soube dizer não quando foi assediada

Assediada aos 10 anos, Inês Herédia dirige carta a Catherine Deneuve

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção