Internacional
Marido da infanta Cristina tem liberdade mediante caução
Infanta Cristina e Iñaki Urdangarin - Julgamento do Caso Nóos 10.06.2016 Foto: Reuters
em 23 de Fevereiro de 2017 às 11:25

O Ministério Público espanhol anunciou hoje que pediu uma fiança de 200 mil euros para o cunhado do rei de Espanha, Iñaki Urdangarin, evitar a pena de prisão de seis anos e três meses.

De acordo com a agência de notícias espanhola Efe, o fiscal do departamento público de combate à corrupção Pedro Horrach disse que teve em conta, na hora de solicitar a caução, que existe um risco de fuga que não fica anulado pelas circunstâncias pessoais do marido da Infanta Cristina.

Além dos 200 mil euros pedidos a Urdangarin para evitar a sentença de prisão, Horrach pediu também 100 mil euros a Diego Torres, igualmente condenado por vários delitos de corrupção e fraude fiscal no caso Nóos, mas por oito anos e meio.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção