Internacional
Redação Lux em 24 de Dezembro de 2017 às 12:00
Fotos: A Lux junta-se a The Portuguese Channel em noite glamorosa nos EUA

A noite era de festa e nem o frio que se fazia sentir em Fall River, cidade norte-americana do estado de Massachusetts, impediu as senhoras presentes de deslumbrarem em vestidos de gala e a diversão de ser muita. A distância de Portugal também não foi impedimento para que a língua mais falada durante todo o evento fosse o português, ou não estivéssemos numa região que é destino de emigração portuguesa desde o início do século XX.

A ocasião juntava dois projetos de media de sucesso, a revista Lux e o canal televisivo The Portuguese Channel, que conta já com quatro décadas de história,  tendo sido o primeiro canal em língua portuguesa a emitir 24 horas por dia nos Estados Unidos.

A iniciativa destinou-se a dar a conhecer o novo “rosto” do canal português, cujos estúdios se localizam em New Bedford, e ainda a reconhecer os cola­boradores e as empresas que, ao longo dos anos, têm tido um papel preponderante na sustenta­bilidade do canal, cuja emissão chega diariamente a cerca de 4 milhões de pessoas.

Os apresentadores do evento foram Ricardo Aguiar, Tony David, Ricardo Farias e Helena Silva, tendo ainda sido transmitidos num ecrã gigante os testemunhos de alguns atores de telenovelas bem conhecidos.

A revista Lux associou-se à gala na sequência de uma política de sinergias que tem vindo a ser desenvolvida entre os dois órgãos de comunicação social, pelo seu diretor-geral comum, Frederico Roque de Pinho.

“Juntar a Lux ao The Portuguese Channel nesta gala é uma forma de criar novas pontes entre o país e as comunidades portuguesas. É interessante entender que há na sala quem de Portugal não tenha nem nacionalidade, nem registo consular; são americanos de segunda ou terceira geração, mas falam português como eu e têm alma portuguesa. Iniciativas destas servem para dar a conhecer mais do que o chamado ‘mercado da saudade’, queremos mostrar o Portugal de hoje, dinâmico, criativo. Queremos ver as novas gerações com raízes portuguesas também a abraçar as suas origens, tal como os seus pais e avós”, explicou.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção