Internacional
Diane Keaton sai em defesa de Woody Allen
Diane Keaton - 43ª Gala Prémio Carreira do Instituto America de Cinema 04.06.15 Foto: Reuters
Redação Lux em 30 de Janeiro de 2018 às 12:43

Diane Keaton saiu em defesa de Woody Allen, acusado de abuso sexual por sua filha adotiva.

A atriz, que trabalhou em vários filmes emblemáticos de Woody Allen e chegou a ter um relacionamento amoroso com o realizador, afirmou que não acredita que Allen tenha abusado da filha, Dylan Farrow, e convida a rever a entrevista que o cineasta deu ao programa "60 Minutos", altura em que vieram a lume as acusações.

 “Woody Allen é meu amigo e eu continuo a acreditar nele. Talvez seja interessante assistir à entrevista de 1992 no 60 Minutes e ver o que vocês acham”, escreveu Diane esta segunda-feira e no Twitter.

Recorde-se que nos anos noventa, Woody Allen foi investigado na sequência das acusações e considerou-se que não havia indícios para prosseguir com o caso. Uma equipa de médicos e psicólogos do Hospital Yale-New Haven, acionada pelos investigadores do New York State Child Welfare (responsável por averiguar crimes dessa natureza), concluiu que não houve abuso e o cineasta nunca foi formalmente acusado.

Recentemente, na esteira do movimento #MeToo, Dylan Farrow, filha adotiva de Allen com a sua ex-mulher Mia Farrow, voltou às acusações de abuso sexual na sua infância.

Diane Keaton destaca-se nesta sua defesa do realizador, já que nos últimos tempos vários atores como Timothee Chalamet e Rebecca Hall disseram que iam doar os seus salários renegando o dinheiro ganho com Woody Allen. 

Outros como Colin Firth, Greta Gerwig e Mira Sorvino, afirmaram estar arrependidos por terem trabalhado com Woody Allen.

Já Alec Baldwin, que entrou em três filmes do realizador, reagiu expressando o seu apoio a Woody Allen. O ator considerou a acusação "injusta e triste para mim" e lembrou que trabalhar com Allen foi "um dos privilégios" da sua carreira.

 

Woody Allen is my friend and I continue to believe him. It might be of interest to take a look at the 60 Minute interview from 1992 and see what you think. https://t.co/QVQIUxImB1

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção