Internacional
Absolvida, Infanta Cristina vai ter de pagar 265 mil euros
Infanta Cristina no Tribunal de Palma de Maiorca - Caso Fundação Noos 11.01.16 Foto: Reuters
Redação Lux  com AA em 18 de Fevereiro de 2017 às 16:48

Apesar de ter sido absolvida, a Infanta Cristina vai ter de pagar 265 mil euros, pela sua corresponsabilidade civil a título lucrativo no caso Nóos. Um valor que será descontado dos 600 mil euros que Cristina já havia depositado junto do tribunal.

Iñaki Urdangarin e Cristina de Bórbon foram julgados no âmbito do caso Nóos por suspeita de evasão fiscal.

A irmã do rei de Espanha viu o marido ser condenado a uma pena de prisão de seis anos e três meses por falsificação de documentos, tráfico de influências, evasão fiscal e desvio de dinheiros públicos, bem como ao pagamento de uma multa de 512.553 euros.

Depois de conhecida a sentença, Miguel Roca, o advogado da irmã do rei, afirmou que a sua cliente estava "satisfeita pelo reconhecimento da sua inocência", mas que "continua convicta da inocência do marido".

Segundo o jornal espanhol El País, Cristina deverá mudar-se com os quatro filhos após o final do ano letivo e irá trabalhar na nova sede da Fundação Aga Khan na capital portuguesa, o que lhe permitirá estar mais perto do marido, caso este vá mesmo para a prisão.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção