Internacional
Fotógrafos Mario Testino e Bruce Weber acusados de assédio sexual por vários modelos
Mario Testino ©Adam_Whitehead - Nova campanha da Intimissimi com Mario Testino Foto: Divulgação
Redação Lux  com Aa em 14 de Janeiro de 2018 às 12:51

Os fotógrafos Mario Testino e Bruce Weber estão a ser acusados de assédio sexual por vários modelos e ex-modelos.

Referências na indústria da moda, os fotógrafos são acusados em relatos publicados pelo jornal "The New York Times", que refere que “15 atuais e ex-modelos masculinos que trabalharam com Bruce Weber (…) descreveram um padrão do que dizem ser nudez desnecessária e comportamento sexual coercivo, muitas vezes durante sessões fotográficas”.

No caso dos modelos masculinos são relatadas sessões privadas com Bruce Weber, nas quais ele pediu que se despissem e "os conduziu em exercícios de respiração e ‘energia'”.

No início de dezembro, Bruce Weber já tinha sido processado por agressão sexual pelo modelo Jason Boyce.

Em relação a Mario Testino, o jornal reuniu 13 testemunhos, de modelos mas também de assistentes do fotógrafo, que já veio negar as acusações.

Recorde-se que em novembro, na Web Summit, a ‘top model’ portuguesa Sara Sampaio instou os modelos a denunciarem situações de abuso, salientando o poder que as redes sociais deram a estes profissionais e assumindo ter passado por situações desconfortáveis, nomeadamente com o fotógrafo norte-americano Terry Richardson.

“Toda a gente sabe que acontece e ninguém faz nada, toda a gente sabia do Terry Richardson e ninguém fez nada e agora usam-no como bode expiatório, é uma grande hipocrisia”, acusou.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção