Internacional
Johnny Depp pede desculpas por “mau gosto” de piada sobre assassinato de Trump
Johnny Depp no Festival Glastonbury 22.06.17 Foto: Reuters
Redação Lux  com AA em 25 de Junho de 2017 às 18:11

O ator Johnny Depp pediu desculpas pela piada que fez sobre assassinar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dizendo que os seus comentários foram “de mau gosto”.

O pedido de desculpas surge após o comentários feito no festival de música britânico Glastonbury, que levaram a Casa Branca a emitir um comunicado.

“O presidente Trump condena a violência de todas as formas e é triste que outros como Johnny Depp não sigam a sua liderança. Espero que alguns dos colegas do sr. Depp falem contra este tipo de retórica de maneira firme como fariam caso estes comentários fossem direcionados a uma autoridade democrata eleita”, refere o comunicado.

Já Depp disse que os seus comentários não foram mal-intencionados. “Peço desculpas pela piada de mau gosto que tentei na noite passada sobre o presidente Trump”, disse o ator, de 54 anos, em comunicado. “Não saiu como planejada e não tive maldade. Estava somente a tentar entreter, não queria magoar ninguém”, afirmou.

Depp terá dito na altura: “Quando foi a última vez que um ator assassinou um presidente?”.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção