Internacional
Português deixou Reis de Espanha em pânico durante 3 horas
Reis de Espanha visitam Hospital de la Santa Creu i Sant Pau 19.08.17 Foto: Reuters
Redação Lux  com AA em 22 de Outubro de 2017 às 16:14

Um português, perseguido pela polícia espanhola por estar num carro roubado, virou na rua errada e acabou por entrar na residência oficial dos Reis de Espanha, lançando o pânico durante três horas.

Filipe VI e Letizia viveram horas dramáticas na passada segunda-feira, 16, no Pavilhão do Príncipe, a apenas um quilómetro de distância do Palácio da Zarzuela.

O português terá entrado pela porta de serviço da Zarzuela (por onde as infantas Sofia e Leonor saem todos os dias para ir para a escola) e destruído a cancela que lhe barrava o acesso. 

Viveram-se horas de pânico com a equipa de segurança dos monarcas espanhois a ter de decidir se a família real era levada para o quarto de pânico montado na cave do edifício ou era retirada por helicóptero da residência oficial.

Passariam três horas até a família real espanhola poder finalmente suspirar de alívio após a captura de Álvaro Velez, de 30 anos, português nascido em Lisboa e conhecido das autoridades madrilenas há anos, por roubos a casas e chalés vazios nas redondezas e consumo de estupefacientes. “Não utiliza armas e não tem por hábito ser violento, a não ser que precise da sua dose habitual de droga”, conforme o descreveu o jornal "El Español".

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção