Internacional
Recusada liberdade condicional a assassino de John Lennon pela 9ª vez
John Lennon
Redação Lux  com AA em 30 de Agosto de 2016 às 10:35

O homem que assassinou John Lennon em Nova Iorque há quase 36 anos não conseguiu obter liberdade condicional.

Mark David Chapman, de 61 anos, vai permanecer atrás das grades numa prisão de segurança máxima em Erie County, perto de Buffalo, no Estado de Nova Iorque, após o pedido de liberdade condicional ter sido rejeitado pela nona vez desde 2000.

Chapman, um fã obcecado de Lennon e dos Beatles, foi condenado após atirar enquanto o músico chegava com a esposa, Yoko Ono, ao seu apartamento na região de Upper West Side, em Manhattan, no dia 8 de dezembro de 1980.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção