Internacional
Redação Lux  com Lusa em 8 de Julho de 2010 às 16:28
Fotos: Último adeus a Matilde Rosa Araújo
O corpo de Matilde Rosa Araújo, que morreu na madrugada do dia 6 de Julho, casa aos 89 anos, esteve em em câmara ardente na Sala-Galeria Carlos Paredes da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA). Por lá passaram amigos como Maria Barroso, Leonor Xavier, catarina Vaz Pinto ou Alice Vieira, entre outros, e familiares da escritora.

O funeral da escritora realizou-se ontem, (7),no Cemitério dos Prazeres.

«A direção e a administração da Sociedade Portuguesa de Autores manifestam o mais sentido pesar pelo falecimento da escritora e cooperadora Matilde Rosa Araújo, falecida na sua residência em Lisboa, após doença prolongada, aos 89 anos», referiu nota da SPA.

Autora de obras marcantes da literatura portuguesa, designadamente para o público mais jovem - a luta pelos direitos das crianças foi algo de que Matilde Rosa Araújo nunca abdicou -, a escritora era sócia da SPA desde dezembro de 1969 e cooperadora desde fevereiro de 1992.

Poeta, pedagoga e autora de uma vasta obra para o público infantil, a escritora foi distinguida com o Prémio de Consagração de Carreira da SPA em 2004 e com a Medalha de Honra da cooperativa em 2005.

Nascida em Lisboa a 20 de junho de 1921, Matilde Rosa Araújo foi professora em vários locais do país, nomeadamente em Portalegre onde conviveu e se tornou amiga do poeta José Régio.

«A Garrana», em 1943, foi o primeiro livro da autora, mas foi com «O Livro da Tila» (1957) que iniciou o percurso de escritora na literatura infantil.

CP

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***
Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção