Internacional
Após denúncias de assédio, diretora da Vogue impõe restrições de idade
Anna Wintour - 71.ª edição dos Prémios Tony 12.06.17 Foto: Reuters
Redação Lux em 15 de Janeiro de 2018 às 14:19

Na sequência das recentes acusações aos conhecidos fotógrafos Mario Testino e Bruce Weber, a diretora da revista “Vogue” americana, Anna Wintour, emitiu um comunicado no qual informa sobre a suspensão dos trabalhos dos fotógrafos e novas  medidas que visam tornar o ambiente menos propício a novas situações de assédio.

O comunicado expressa ainda a relação pessoal da diretora com os acusados frisando, no entanto, que as acusações têm de ser levadas a sério e daí ter sido decretada a suspensão dos profissionais.

“São os dois meus amigos pessoais e autores de contribuições extraordinárias para a Vogue e para muitos outros títulos da Condé Nast há anos […]. Acredito fortemente no valor do arrependimento e do perdão, mas levo as alegações muito a sério e na Condé Nast decidimos suspender a nossa relação profissional com os dois fotógrafos"

O novo código de conduta dirigido aos funcionários da Condé Nast, da qual é diretora criativa, proíbe o consumo de álcool e drogas nos “sets” da empresa e a impõe uma idade mínima (18 anos) para modelos que  trabalhem com a empresa. Especifica ainda que qualquer sessão que envolva nudez, roupa reveladora, lingerie, vestuário de banho, simulações de uso de álcool ou drogas ou poses sexualmente sugestivas têm de ser previamente aprovadas".

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção