Nacional
Viúva do ator Sérgio Grilo partilha mensagem comovente: «Amor amo-te eternamente...»
Anabela Gonçalves partilha mensagem no facebook
Redação Lux em 13 de Novembro de 2013 às 08:55
A viúva do ator Sérgio Grilo, Anabela Gonçalves, partilhou uma comovente mensagem nas redes sociais:

«Já tive dias muito difíceis na minha vida, mas sem dúvida hoje é o mais difícil e o mais triste.... Parte de mim partiu hoje... Em direção aos céus e transformou-se na estrela mais Linda, que alguma vez vão ver a brilhar... O meu Amor... O meu companheiro... O meu mais que tudo, que me fez a mulher mais feliz do mundo... E que lutou até ao fim... Contra tudo e contra todos, por nós, a sua família que ele tanto amava... Perdeu esta batalha, mas vai estar para sempre no nosso coração , como o nosso herói... Amor amo-te eternamente... Olha por nós!!»

O ator Sérgio Grilo morreu vítima de cancro, com apenas 40 anos esta terça-feira (12). Recentemente, tinha participado em duas novelas da TVI: «Mundo Ao Contrário» e «Doida Por Ti».

O velório será esta quarta-feira (13), na capela da Misericordia, na Arruda dos Vinhos, a partir das 11h00, e o funeral realiza-se na quinta-feira (14), às 13h00, na Póvoa de Santa Iria.

Nascido a 3 de maio de 1973, Sérgio Grilo começou a fazer cinema nos anos 1990, tendo entrado, por exemplo, em «A sombra dos abutres», de Leonel Vieira.

De acordo com a biografia disponibilizada pelo grupo Artistas Unidos, Sérgio Grilo fez teatro em Maputo, atuou com os Lisbon Players, na Academia de Sacavém, no Waterfront International Arts Festival (EUA), Teatro O Sonho e em espetáculos de rua.

No cinema, entrou ainda em filmes de João Botelho, Joaquim Leitão, Teresa Villaverde, Eric Barbier, Nikita Mikalkhov, António Pedro Vasconcelos e Maria de Medeiros.

Chegou a encenar textos de Daniel Filipe e John Steinbeck e, com os Artistas Unidos, foi encenado por Jorge Silva Melo, em dramaturgias de Brecht ou Sarah Kane.

Na televisão, entrou nas séries «Inspetor Max», «Liberdade 21» e «Morangos com açúcar» e nas novelas «Doida por ti» e «Mundo ao contrário».

Sérgio Grilo foi ainda duplo em cinema e televisão e geria uma das primeiras empresas nesta área, por influência do pai, Atílio Silva.
Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção