Nacional
Redação Lux em 2012-03-28 20:58
Jorge Palma vence primeira edição do Prémio Pedro Osório

O compositor e intérprete Jorge Palma venceu a primeira edição do Prémio Pedro Osório, divulgou a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) que instituiu o galardão, com o objetivo de homenagear o maestro falecido em janeiro passado.

Jorge Palma foi distinguido pelo CD ¿Com Todo o Respeito¿, editado pela EMI Music Portugal, em outubro do ano passado.

O prémio, com periodicidade anual e o valor pecuniário de 2000 euros, será entregue numa cerimónia a realizar na sede da SPA em data a anunciar, segundo a cooperativa de autores.

«O júri que atribuiu o prémio foi constituído pelos membros dos corpos sociais da SPA ligados à área de música», esclarece uma nota da SPA.

Nas vésperas de sair o álbum, em declarações à Lusa, Jorge Palma revelou que queria escrever, mas não saía «nada de jeito». A falta de inspiração deu o mote para «Página em Branco», o tema que abre o álbum «Com todo o Respeito».

O disco começou a ser preparado no final de 2010. Nessa altura, Jorge Palma pegou em três temas que tinha composto anteriormente, mas que considerava terem «vida própria» e «podiam ser descontextualizados», contou.

Os três temas são «Tudo por um Beijo», criado para o filme «A Bela e o Papparazzo», de António-Pedro Vasconcelos, «Imperdoável» e «O Mundo e a Casa», feitos para a peça «A Balada da Margem Sul», de Helder Costa, levada a cena pel'A Barraca.

Foi depois de recuperar estas canções que Jorge Palma começou a escrever o que acabaria por ser «Página em Branco».

Quando escreve, Jorge Palma, assume sentir «uma certa responsabilidade». «Porque não estou a escrever só diletantemente para mim próprio. Sei que tenho um público, que tem vindo a crescer e a alargar o leque etário. E isso conta um bocado», afirmou, acrescentando: «mas, em primeiro lugar, é preciso que as músicas me agradem a mim».

Com uma carreira de quase 40 anos, foi em 2007, com «Voo Nocturno», que Jorge Palma vendeu mais discos do que nunca, sobretudo pelo tema «Encosta-te a Mim» que, ao ser escolhido como banda sonora de uma telenovela, «chegou a um público mais geral, mais abrangente».

Lusa

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários