Nacional
Evelise Moutinho em 2012-09-18 10:56
Pimpinha Jardim escolhe vestido de noiva na companhia da irmã
1/5 - Pimpinha Jardim escolhe vestido de noiva Foto: João Carbral/Lux
2/5 - Pimpinha Jardim escolhe vestido de noiva com a irmã Isaurinha Foto: João Carbral/Lux
3/5 - Pimpinha Jardim escolhe vestido de noiva com a irmã Isaurinha Foto: João Carbral/Lux
4/5 - Pimpinha Jardim escolhe vestido de noiva com a irmã Isaurinha Foto: João Carbral/Lux
5/5 - Pimpinha Jardim escolhe vestido de noiva Foto: João Carbral/Lux

A um mês e meio de se casar com Francisco Spínola, Pimpinha Jardim prepara o grande dia. Foi na companhia da irmã, Isaurinha Jardim, que a relações públicas escolheu o tão desejado vestido de noiva. «Antes de ir à loja da Pronovias, já tinha andado a pesquisar a coleção na Internet e apaixonei-me por um vestido que vi lá. Não havia na loja e ainda demorou algum tempo a chegar. Experimentei outros, mas sabia que aquele era o que eu queria. Até as funcionárias da loja confessaram que quando o vesti, o meu sorriso era diferente, especial», conta Pimpinha Jardim.

A escolha, que se mantém em segredo, parece ter sido do agrado de todos, em especial da irmã: «A Isaurinha disse-me que quando se casasse também queria levar o meu vestido de noiva. Se lhe ficar bem, terei todo o prazer que o use!», revelou, divertida. Quanto à opinião da mãe, Cinha Jardim, o seu «comportamento» fala por si: «Ela já mostrou fotos do vestido a não sei quantas pessoas. Até já deve ter passado pelos olhos do Francisco, o que vale é que os homens não registam esta informação», ri-se.

Para Pimpinha Jardim vestir-se de noiva nunca foi aquele sonho de criança que era preciso realizar a qualquer custo. Pelo contrário, casar-se só fazia parte dos seus planos quando se sentisse madura e preparada para tal. Sobretudo, depois de ter sido mãe: «Queria e quero casar-me, já tenho um filho e acho que é importante. Por outro lado, fui sempre educada segundo os princípios da religião Católica - tal como o Francisco - e para mim, e para toda a minha família, é importante dar este passo. Com o nascimento do meu filho, a minha vida deu uma volta de 180º e penso que o casamento não tem de ser porque sim, mas antes quando as pessoas se sentem preparadas. E agora posso dizer que tanto eu como o Francisco nos sentimos preparados para nos casarmos e estamos muito felizes com o passo que vamos dar».

Juntos há seis anos e pais de Francisco, de 2 anos e meio, Pimpinha Jardim, de 28 anos, e Francisco Spínola, de 31, estão altamente empenhados nos preparativos do casamento, para o qual convidaram cerca de 300 familiares e amigos.

«Não estou nada nervosa, estou a desfrutar de cada momento dos preparativos e faço questão de que o Francisco participe em tudo. Para mim, só assim é que faz sentido», confessou, sem esconder o momento de felicidade que está a viver.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado