Nacional
Saúde: Lesões da coluna vertebral têm consequências “devastadoras” para os doentes
Kim Kardashian Foto: DR
Redação Lux em 5 de Outubro de 2016 às 18:54

A campanha Olhe Pelas Suas Costas alerta para o impacto destas lesões na qualidade de vida dos doentes e para os custos associados a este problema, salientando a importância da prevenção como o único método capaz de evitar as consequências graves destes incidentes.

“As lesões da coluna vertebral acarretam inúmeras consequências devastadoras para estes doentes, nomeadamente a nível físico, mental, social, sexual e profissional. Para além destas consequências para o doente, estas lesões associam-se a um encargo económico elevadíssimo, quer para o paciente quer para o Sistema Nacional de Saúde”, alerta Paulo Pereira, coordenador da Campanha Olhe Pelas Suas Costas.

 

“Uma das finalidades mais importantes da coluna vertebral é proteger a medula espinal. Quando esta é lesada, como acontece por vezes nas lesões da coluna vertebral, o doente perde funções abaixo do nível da lesão, com destaque para a impossibilidade de mexer os membros. Frequentemente esta incapacidade é definitiva, sendo fácil inferir as repercussões daí resultantes, tanto a nível pessoal como profissional no resto da vida do doente. O que acontece é que as pessoas continuam a menosprezar as consequências destas lesões e não evitam situações de risco”, explica o neurocirurgião.

 

E acrescenta: “É por isso que é cada vez mais importante consciencializar as pessoas para estes perigos, porque ninguém está imune e estas lesões podem acontecer em qualquer lugar e a qualquer pessoa. Em grande parte dos casos, o problema resulta de um descuido, uma má decisão, falta de cuidado ou simplesmente desconhecimento e é, por isso, imperativo sensibilizar a população para a prevenção”.

 

A campanha Olhe pelas Suas Costas visa sensibilizar a população em geral para as dores nas costas, alertar para as suas consequências na vida pessoal e profissional dos portugueses, e educar sobre as formas de prevenção e tratamento existentes. A campanha conta com o apoio científico da Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral, da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, da Sociedade Portuguesa de Neurocirurgia, da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação e da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia.

Para mais informações visite a página de Facebook: https://www.facebook.com/paginaolhepelassuascostas

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção