Nacional
Iker Casillas: 'Pode acontecer a qualquer momento e a qualquer pessoa'
Sara Carbonero e Iker Casillas Foto: Instagram
Redação Lux em 6 de Maio de 2019 às 20:00

Pode acontecer a qualquer momento e a qualquer pessoa. Aconteceu-me a mim e aqui estamos. É difícil falar, mas tenho de estar agradecido. Tive muita sorte”, afirmou Iker Casillas à saída do hospital, após cinco dias de internamento na CUF do Porto.

O guarda-redes do FC Porto, que no dia 20 de maio completa 38 anos, sofreu um enfarte agudo do miocárdio no dia 1 de maio, durante o treino matinal, no centro de treinos, no Olival, que o levou a ser hospitalizado de urgência e submetido a um cateterismo.

Ao lado da mulher, a jornalista Sara Carbonero, o jogador, de aspeto francamente recuperado e semblante sorridente, mostrou-se muito sensibilizado com todo o apoio, e várias homenagens, que recebeu:

“Fizeram-me sentir querido. O importante é sair com um sorriso, emociono-me ao ver tanta gente que veio até aqui”, revelou com a voz embargada.

Relativamente à sua recuperação, o antigo capitão merengue, que chegou à Invicta em julho de 2015, adiantou:

“Estou muito melhor. Vou precisar de repouso que pode ser de duas semanas ou dois meses. Não sei, mas, para mim, tanto faz. Não sei o que será o futuro, mas o que importa é estar aqui e poder falar convosco tranquilamente.”

Sara Carbonero, com quem o jogador tem dois filhos, Lucas, de 2 anos, e Martín, de 5, viveu momentos de pânico e angústia e confessou-se agradecida por “felizmente ter sido apenas um susto”. No regresso a casa, a espanhola, de 35 anos, desabafou aliviada: “Bendita normalidade.” 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção