Nacional
ONU: António Guterres diz sentir "humildade e gratidão"
António Guterres eleito novo secretário-geral da ONU Foto: Reuters
Redação Lux em 6 de Outubro de 2016 às 17:21

O Conselho de Segurança das Nações Unidas escolheu hoje por unanimidade e aclamação o antigo primeiro-ministro português António Guterres como secretário-geral da organização.

O futuro secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, afirmou hoje em Lisboa que sente "humildade e gratidão", depois de o Conselho de Segurança ter indicado o seu nome, por unanimidade e aclamação, para liderar a ONU.

O antigo primeiro-ministro português iniciou, com estas palavras, a sua primeira declaração após a decisão do Conselho de Segurança, falando no Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa.

O Conselho de Segurança da ONU escolheu hoje por unanimidade e aclamação o antigo primeiro-ministro português António Guterres como secretário-geral da organização.

Por cá, os deputados interromperam (pelas 15:50) os trabalhos que haviam arrancado perto de uma hora antes no parlamento para aplaudir de pé António Guterres pela sua aclamação como secretário-geral das Nações Unidas.

"Chegou a notícia que todos nós esperávamos. António Guterres foi aclamado e nomeado por unanimidade pelo Conselho de Segurança para secretário-geral das Nações Unidas", anunciou o vice-presidente da Assembleia da República Jorge Lacão, que hoje preside aos trabalhos.

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, está hoje ausente do parlamento pois encontra-se em Bratislava (Eslováquia), na cimeira de presidentes dos parlamentos da União Europeia.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção