Nacional
Redação Lux em 6 de Novembro de 2018 às 19:02
Liliana Campos e o irmão cuidaram da mãe cujo desejo era ficar em casa até ao fim: 'foi duro'
1/2 - Liliana Campos assinala Dia do Cuidador Foto: DR
2/2 - Liliana Campos assinala Dia do Cuidador Foto: DR

"Existem pelo menos 800 mil em Portugal. A maior parte das pessoas não sabe o que é ser Cuidador. Eu também não sabia, achava que sim, mas não, não sabia, nada de nada... até que de repente tive que aprender tudo, ou quase tudo, da forma mais dolorosa, tendo que cuidar da minha Querida Mãe, que ficou completamente dependente de nós, e aqui presto também homenagem ao meu irmão. Foi em casa e até aos seus últimos dias de vida.”

Foi desta forma emotiva que Liliana Campos falou pela primeira vez sobre que esta que define como “a pior fase da minha Vida”. Nunca aceitou porque “só de pensar começava logo a chorar” lembrando a mãe que morreu em 2016. A apresentadora, salientando o esforço e dedicação do irmão que foi morar com a mãe, lembrou que o desejo da mãe “era ficar na sua casa até ao fim”.

“Assim foi ... foi duro, doloroso, terrível, penoso, fatigante... por outro lado por outro lado vivenciamos momentos de amor únicos"

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção