Nacional
Duarte Lima absolvido
Duarte Lima - Julgamento Foto: Artur Lourenço/Lux
Redação Lux em 9 de Janeiro de 2019 às 08:57

Duarte Lima foi absolvido do crime de abuso de confiança da sua antiga cliente Rosalina Ribeiro, pelo Tribunal Criminal de Lisboa.

O advogado foi absolvido de se ter apropriado indevidamente de cinco milhões de euros da antiga companheira do milionário português radicado no Brasil Lúcio Thomas Feteira, que morreu em 2000. Continua, no entanto, acusado do homicídio de Rosalina Ribeiro, ocorrido a 7 de Dezembro de 2009.

Através de comunicado, Duarte Lima defende que, com esta sentença, “cai por terra” o motivo apresentado para ter, alegadamente, assassinado a sua cliente.

“Gostaria de reiterar que foram tais acusações de Olímpia Feteira – que dois tribunais diferentes, de dois países diferentes, provaram ser falsas – que serviram expressamente de base, de motivo e de fundamento à acusação em que a polícia brasileira me atribuiu um crime hediondo que não cometi, e que com estas decisões cai igualmente por terra”, assina Duarte Lima.

Recorde-se que o corpo de Rosalina Ribeiro, abatida a tiro, foi encontrado numa estrada de terra batida em Saquarema, nos arredores do Rio de Janeiro. As suspeitas recaíram sobre Duarte Lima, que era seu advogado na disputa da herança do milionário, que opunha Rosalina à filha única do português, Olímpia Feteira. 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção