Nacional
Mário Soares: Cerimónias fúnebres terminam no cemitério dos Prazeres com fortes aplausos
Funeral de Mário Soares - Cemitério dos Prazeres 10.01.17 Foto: Lusa
Redação Lux  com Lusa em 10 de Janeiro de 2017 às 16:41

As cerimónias fúnebres de Mário Soares terminaram hoje (10.01.17) no cemitério dos Prazeres, em Lisboa, pelas 16:14, no jazigo onde está sepultada a mulher do antigo Presidente da República, Maria Barroso, debaixo de fortes aplausos dos presentes.

Clique na imagem para ver todas as fotos das cerimónias fúnebres

Depois das cerimónias em frente à capela no cemitério dos Prazeres, durante as quais o Presidente da República entregou aos filhos a bandeira nacional que cobria a urna de Mário Soares e se ouviu a voz do antigo chefe de Estado, o cortejo passou ainda em frente ao jazigo de Jaime Cortesão.

Numa cerimónia mais reservada, a urna de Mário Soares entrou no jazigo da família, tendo-se ouvido muitas palmas dos presentes.

O cortejo fúnebre de Mário Soares chegou às 15:50 ao cemitério dos Prazeres, em Lisboa, tendo sido recebido por honras fúnebres pelos militares dos três ramos das Forças Armadas em parada, com centenas de cidadãos a aplaudir.

Depois da chegada, ouviu-se a marcha fúnebre pela banda do Exército e a entrada da urna no cemitério dos Prazeres foi acompanhada por três salvas de tiros.

A última paragem antes da chegada ao cemitério tinha sido o Largo do Rato, sede nacional, sendo o cortejo composto pelas mais altas entidades e família de Mário Soares, que foram recebidos na praça João Bosco por anónimos que aplaudiram a chegada da urna, bem como por vários membros do Governo e pelo presidente da câmara de Lisboa.

O Largo do Rato foi o ponto do cortejo onde mais pessoas se concentraram para o ‘último adeus’ a Mário Soares. Uma multidão concentrou-se em frente à sede do Partido Socialista, para aplaudir com gritos “Soares é fixe” a passagem da urna do antigo Presidente da República Mário Soares e muitas pessoas atiraram rosas para cima da urna.

Antes, centenas de pessoas assistiram hoje à passagem do cortejo fúnebre do antigo presidente Mário Soares na avenida D. Carlos I, em Lisboa, em direção ao parlamento.

Os presentes viram em silêncio passar o armão que transporta o corpo do antigo chefe de Estado.

Muitos viram a passagem através dos écrans dos seus telemóveis e ‘tablet’, aproveitando para registar fotos e vídeos do momento.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção