Nacional
Sofia Cerveira despede-se do pai em cerimónia reservada: 'Merecia uma homenagem muito maior' '
Funeral de Raúl Cerveira
Redação Lux em 10 de Maio de 2020 às 10:41

Sofia Cerveira despediu-se este sábado do pai, o mestre Raúl Cerveira.

"Hoje, foi um dia difícil. Era um dia muito ansiado. Depois de tanto tempo sem ver o meu Pai pudemos, finalmente, ir ao seu encontro", desabafou a apresentadora de 45 anos.

Sofia Cerveira explicou que se tratou de uma "cerimónia reservada e cumprindo as recomendações da DGS".  "despedimo-nos", como foi possível, do grande Mestre Raul Cerveira. Merecia uma homenagem muito maior e que fizesse jus ao enorme legado que nos deixa. Mas, ainda assim, foi um dia profundamente emotivo que jamais esqueceremos", salientou.

A apresentadora quis ainda deixar o seu agradecimento e da família pelas palavras deixadas pelo presidente da Repúvlica, Marcelo Rebelo de Sousa.

"O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa lamenta a morte do mestre de Karaté Raul Cerveira e apresenta à família enlutada as mais sentidas condolências.Raul Cerveira foi um dos grandes impulsionadores do Karaté no nosso país e um promotor ativo e dinâmico do associativismo na modalidade. Em 1992, colaborou na fundação da Federação Nacional de Karaté da qual veio a ser o seu primeiro presidente.O “Senhor Karaté” marcou, de forma inextinguível, gerações de karatecas, pela forma empenhada e altruísta como soube transmitir os valores do Karaté, em particular, e do Desporto, no geral. Foi uma figura ímpar no desenvolvimento das Artes Marciais em Portugal a quem o Presidente da República reconhece o trabalho e a dedicação de uma vida.", assinalou Marcelo Rebelo de Sousa.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Hoje, foi um dia difícil. Era um dia muito ansiado. Depois de tanto tempo sem ver o meu Pai pudemos, finalmente, ir ao seu encontro. Numa cerimónia reservada e cumprindo as recomendações da DGS "despedimo-nos", como foi possível, do grande Mestre Raul Cerveira. Merecia uma homenagem muito maior e que fizesse jus ao enorme legado que nos deixa. Mas, ainda assim, foi um dia profundamente emotivo que jamais esqueceremos. Aproveito para agradecer TODAS as mensagens de força que nos têm feito chegar. Tantos e tão bonitos testemunhos que nos aquecem o coração! E, nos tempos que correm, a diferença que faz! Estou muito sensibilizada por constatar a importância que o meu Pai teve, efectivamente, na vida de tanta gente! A forma como influenciou milhares de alunos espalhados por Portugal! Na verdade, Raul Cerveira permanecerá, também, vivo em todos os que praticam o Karaté, ou não tivesse sido o grande pioneiro da modalidade no nosso país. Falar de Karaté será, sempre, relembrar o nosso querido Pai🙏 Depois de um dia marcado pelo distanciamento social a que somos actualmente obrigados, foi com profunda comoção que lí as palavras que o nosso querido @presidentemarcelo deixou ao meu Pai. Em nome da minha Mãe e irmãos, o nosso sentido obrigado! * O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa lamenta a morte do mestre de Karaté Raul Cerveira e apresenta à família enlutada as mais sentidas condolências. Raul Cerveira foi um dos grandes impulsionadores do Karaté no nosso país e um promotor ativo e dinâmico do associativismo na modalidade. Em 1992, colaborou na fundação da Federação Nacional de Karaté da qual veio a ser o seu primeiro presidente. O “Senhor Karaté” marcou, de forma inextinguível, gerações de karatecas, pela forma empenhada e altruísta como soube transmitir os valores do Karaté, em particular, e do Desporto, no geral. Foi uma figura ímpar no desenvolvimento das Artes Marciais em Portugal a quem o Presidente da República reconhece o trabalho e a dedicação de uma vida.

Uma publicação partilhada por Sofia Cerveira (@sofcerveira) a

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção