Nacional
Ribeira d’Ilhas recebe 5 ações de limpeza de praia
Ribeira d'Ilhas Foto: ANSurfistas/Pedro Mestre
Redação Lux em 11 de Abril de 2018 às 11:30

A Praia de Ribeira d’Ilhas receberá, nos próximas dias 13 e 14 de Abril, a primeira de 5 ações de limpeza de praia a realizar durante as etapas da Liga MEO Surf 2018.

Pela primeira vez, Portugal contará com uma iniciativa de limpeza de praia consertada a nível nacional. Para Miguel Herédia, Vice-Presidente da Associação Nacional de Surfistas, “o facto de a primeira ação se realizar numa Reserva Mundial de Surf tem um significado especial para nós”.

A Liga MEO Surf elegeu a sustentabilidade ambiental, como tema transversal da edição de 2018, organizado com os seus parceiros várias iniciativas de conservação e sensibilização ambiental.

O objetivo é contribuir para a limpeza das praias por onde a Liga passa, e ao mesmo tempo gerar uma maior consciencialização no que toca à problemática do lixo marinho e ao papel que cada um individualmente pode desempenhar.

Além das ações de limpeza de praia que irão envolver estudantes e as comunidades locais, a iniciativa inclui ainda dinâmicas educativas e a produção de peças de arte com os resíduos diferenciados recolhidos em cada praia.

A ação de Ribeira d’Ilhas tem já confirmada a presença de 200 alunos, entre os 10 e 15 anos, oriundos das escolas do concelho de Mafra e demais voluntários que se irão juntar.

Esta ação tem como principal parceiro ambiental a Fundação PT, que viabiliza toda a ação a nível nacional, e a Plastic Sun Days. Na Ericeira a iniciativa conta ainda com a participação da Skeleton Sea, Associação Marmeu e do Movimento Lixo Zero Portugal.
 

Ericeira tornou-se Reserva Mundial de Surf a 14 de outubro de 2011, após consagração realizada pela organização internacional Save the Waves Coalition, e permanece como a única na Europa. A qualidade e consistência das ondas, a importância em termos históricos e culturais de surf local, a riqueza e sensibilidade ambiental da área e, ainda, a forte mobilização da comunidade foram os critérios fundamentais que conduziram a este reconhecimento oficial. A Reserva Mundial de Surf da Ericeira estende-se entre as praias da Empa e de São Lourenço, numa faixa costeira que concentra sete ondas de classe mundial num espaço de apenas 4 quilómetros: Pedra Branca, Reef, Ribeira d’Ilhas, Cave, Crazy Left, Coxos e São Lourenço.

A Reserva Mundial de Surf permite não só preservar para as gerações futuras o património natural e ambiental do município de Mafra, onde as ondas para a prática do surf surgem destacadas, como também permite potenciar a indústria do turismo nacional, uma vez que a variedade das ondas consagradas disponibiliza uma oferta muito diversificada, possuindo ainda praias adjacentes que podem acolher não só banhistas como surfistas iniciados. Com este intuito foram definidos 6 objetivos estratégicos para uma gestão sustentável da Reserva: promover a sustentabilidade ambiental; criar enquadramento legal; promover o desenvolvimento económico e infraestruturas; proteger a identidade e cultura local; sensibilizar e consciencializar os públicos; criar uma marca e promover.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção