Nacional
Depois de 'O Fim de Inocência', Francisco Salgueiro regressa com 'Sexo, Drogas e Selfies'
Francisco Salgueiro lança 'Sexo, Drogas e Selfies'
Redação Lux em 11 de Junho de 2018 às 18:55

O escritor Francisco Salgueiro, autor de O Fim de Inocência – livro transformado em filme no ano passado por Joaquim Leitão e que acabou por ser a longa-metragem portuguesa com mais espectadores em 2017 – regressa com a publicação, pela Oficina do Livro, de Sexo, Drogas e Selfies (SDS).

Dez anos depois da publicação de O Fim da Inocência, o autor tenta mais uma vez fazer o diário de uma geração em que o risco é levado ao limite.

Baseado em factos reais, Sexo, Drogas e Selfies conta a história da Joana, de 15 anos, que quer repetir todas as experiências de Inês (a personagem principal de O Fim da Inocência). Perdeu a virgindade aos 12 anos e é uma das raparigas mais populares do colégio. Ela e as amigas, aparentemente perfeitas para os pais, escondem um dia-a-dia de sexo com estranhos, sem preservativo, e muitas drogas. Noites levadas ao limite para contornarem o aborrecimento de um quotidiano em que estão sempre agarradas ao telemóvel.É a cultura do YOLO (You Only Live Once - Só vivemos uma vez). É a cultura dos jovens que sentem que têm de aproveitar tudo, por medo do FOMO (Fear of Missing Out - Medo de estarem a perder alguma coisa).

"É o retrato de uma geração que não vive o momento porque cada instante só lhes parece real se for registado pela câmara de um telemóvel. É a geração que depende das selfies e dos likes. E Sexo, Drogas e Selfies prerende ser um alerta para os pais dos adolescentes do século XXI".

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção