Nacional
Redação Lux em 11 de Dezembro de 2017 às 09:20
Fotos: Lux e Seat reúnem convidados em noite de fados

Foi no acolhedor espaço do Clube de Fado, no coração de Alfama, e ao som da guitarra portuguesa que a Lux e a SEAT reuniram um grupo de convidados para uma noite especial e bem passada.

Fez-se silêncio para se cantar o fado, numa noite em que também o jantar foi tipicamente português, com caldo verde, bacalhau e arroz-doce.

“Sou uma grande admiradora de fado, portuguesa. Quem não gosta de fado? Adoro a nossa guitarra portuguesa e um bom fado, claro que sim. E acho que este é um dia perfeito, chove lá fora, portanto, temos todo um ambiente criado para termos um bom jantar ao som de um bom fado. Quero relaxar, divertir-me, namorar um bocadinho e ouvir um bom fado”, disse Dânia Neto, uma das primeiras convidadas a chegar, acompanhada pelo namorado, Luís Matos Cunha.

Habituado a ouvir fado desde criança, o escritor Domingos Amaral não esconde o gosto por este género musical: “Sempre gostei bastante de fado. Os meus pais e avós sempre cultivaram isso na família e, sobretudo agora que gosto muito desta nova geração de fadistas, em especial as mulheres, que são grandes nomes portugueses.”

Também Bibá Pitta não escondeu o seu entusiasmo no decorrer do serão: “É uma noite de fado a que a Lux já nos habituou. Um bocadinho ali antes do Natal, já sabemos que temos de vir ao jantar do fado e é muito agradável! Estar com os amigos, numa noite descontraída. Sou uma apreciadora de fado! Lá em casa sempre ouvi cantar o fado, desde o tempo da Amália Rodrigues, Carlos do Carmo e por aí adiante, até às fadistas novas, da Mariza à Cuca Roseta, que gosto imenso. O fado é nosso, pertence-nos, e as nossas fadistas andam pelo mundo inteiro a mostrar o que é Portugal, é um orgulho! E quando saímos de casa e daquilo que é a rotina é sempre agradável. Estar com os nossos amigos e pessoas diferentes é bom e, depois, com a Lux, que sabe receber!”

Já a apresentadora Iva Lamarão não abdica de uma boa noite passada entre amigos. “Gosto do fado de Lisboa, gosto do fado de Coimbra, que foi a cidade onde estudei. Há noites em que apetece estar assim tranquila, a ouvir um fado. É tão bom estarmos a conversar, comer uma boa comida e também a desfrutar de um bom fado, sentir a letra e toda a história que estas músicas têm. É fantástico“, disse. Também Cinha Jardim elegeu o Clube de Fado para relaxar, após um dia de trabalho: “Está a ser uma noite muito boa. Adoro fado, gosto destas pessoas quase todas, por isso, está a ser uma noite ótima, como têm sido todos os jantares da Lux. Vim relaxar, não é que fosse um dia de muito trabalho, mas o suficiente para uma pessoa chegar aqui e sair completamente da rotina, estar com os meus amigos que é uma coisa que adoro.”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção