Nacional
Filhos de Bárbara e Carrilho vão ser seguidos por Comissão de Proteção de Menores
Audiência Bárbara Guimarães Vs Manuel Maria Carrilho 28.06.16 Foto: João Cabral/Lux
Redação Lux em 15 de Setembro de 2016 às 00:00

Foi uma sessão bem mais curta do que é habitual devido à ausência de Bárbara Guimarães, que não pôde estar presente por motivos de saúde.

“Está doente e chamou o médico. Penso que a baixa não será prolongada”, justificou o advogado da apresentadora, Pedro Reis.

Apesar da audiência ter sido, por isso, adiada, a juíza aproveitou para solicitar que os filhos do ex-casal, Dinis e Carlota, passem a ser acompanhados pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, uma forma de os proteger da pressão mediática e da repercussão negativa que o caso tem. 

Recorde-se que Dinis, de 12 anos, vive atualmente com o pai e Carlota, de 5, está ao cuidado da mãe. Por isso, nem Manuel Maria Carrilho nem Bárbara Guimarães pagam qualquer pensão de alimentos. “Foi uma decisão do Tribunal de Família quando me foi entregue a guarda do Dinis.

No despacho de Tribunal de Família está essa decisão: Cada um tem a responsabilidade de todas as despesas de cada um dos 
filhos”, explicou o antigo ministro da Cultura à saída do tribunal.

A próxima sessão do julgamento, no qual Bárbara acusa o ex-marido de violência doméstica, ficou marcada para o dia 16 de setembro

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção