Nacional
João Rendeiro condenado a cinco anos de prisão com pena suspensa
Ministério Público recorre da absolvição de João Rendeiro
Redação Lux em 16 de Outubro de 2018 às 10:07

João Rendeiro, dois administradores e dois ex-quadros foram condenados pelos crimes de falsidade informática e falsificação de documento para manterem os seus cargos no BPP. 

O coletivo de juízes decidiu-se pela pena de cinco de prisão com pena suspensa para João Rendeiro, que vai ser obrigado ainda a pagar 400 mil euros a uma IPSS, a Associação “Crescer”.

Guichard foi condenado a uma pena de quatro anos e três meses suspensa, se pagar 25 mil euros ao Centro de Apoio Social dos Anjos.

Vital foi condenado a três anos e meio suspensos sob pagamento de 15 mil euros à Cais Lisboa.

Fernando Lima foi considerado culpado e condenado a uma multa de 5400 euros.

Paulo Lopes foi condenado a um ano e nove meses suspensos.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção