Nacional
Dânia Neto revela ter sido vítima de assédio sexual no início da carreira
Redação Lux em 17 de Janeiro de 2018 às 09:00

Dânia Neto foi vítima de assédio sexual no início de carreira. A revelação foi feita pela própria em conversa com Rui Unas no programa “Maluco Beleza”, no seu canal de YouTube.

“Já fui vítima de assédio. Foi há muitos anos, no início de carreira, e foi a única vez que me senti desconfortável. (...) Foi uma abordagem óbvia e isso é que é mais assustador”, afirmou depois de um espetador ter colocado a questão online. A atriz não quis precisar a situação e muito menos revelar o nome do abusador. Afirmou apenas que o caso aconteceu em 2007, 2008, que a pessoa em questão já nem sequer trabalhava no meio, e que ela própria nunca mais trabalhou para esse canal.

“Tenho consciência que passei por isso, que deixei de trabalhar com essas pessoas e deixei inclusivamente de trabalhar nesse canal”, acrescentou.

Pelas contas que a Lux fez, em 2007, Dânia Neto terá participado na série “Floribella” da SIC, e em 2008, na novela da TVI, “Olhos nos Olhos”, e na minissérie “Casos da Vida”. Depois disso não voltou mais a trabalhar para a TVI.

Questionada pela Lux, Helena Forjaz, diretora de comunicação da Media Capital, afirmou não existir nenhum registo, nenhuma queixa, nem da Dânia nem ninguém.

“A Dânia na entrevista que dá insinua que foi na TVI, mas não diz quem é. Não podemos ter nenhuma posição sobre um assunto que não existe. Evidentemente que, se tivermos o caso de uma denúncia concreta, a TVI e a Media Capital como empresas responsáveis – aliás, temos códigos de conduta – atuarão, porque estamos a falar de casos que são graves. Neste não podemos fazer nada, porque é um caso que não existe”, defende.

Em virtude da polémica, a atriz emitiu um comunicado:

“No seguimento das notícias veiculadas a propósito da minha presença no podcast do Rui Unas, ‘Maluco Beleza’, esclareço que tenho consciência da sensibilidade do tema em questão, porém, a minha resposta foi relativa a um episódio que me deixou desconfortável no passado, sem menção a qualquer entidade ou empresa, e que foi resolvido na data. Não tenho nada a apontar a nenhum canal com o qual trabalhei, bem pelo contrário. Mantenho relações que se pautam pelo maior respeito entre ambas as partes, em todos os canais nacionais onde trabalhei.”

A atriz, de 34 anos, adiantou ainda “que há muita história por desvendar”, e afirmou que na última novela da SIC, “Amor Maior”, onde contracenou com Rui Unas, passou-se um caso deste género, entre um ator/atriz e um membro da equipa. Uma situação que a SIC não quis comentar. 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção