Nacional
Patrícia Mamona acusa discoteca lisboeta de racismo
Patrícia Mamona nomeada na categoria Desporto - Personalidades Femininas Lux 2016 Foto: Lux
Redação Lux em 17 de Setembro de 2018 às 09:00

Patrícia Mamona recorreu às redes sociais para expor uma situação que considerou discriminatória e que aconteceu na discoteca lisboeta Lux Frágil, na madrugada de sexta-feira, 14 de setembro.

“Quando vês pessoal a entrar de chinelos e sem convite, mas te tratam de maneira diferente porque tu e os teus black friends bem vestidos e tal não se enquadram no perfil da Lux.Triste, mas acontece.””, escreveu a campeã europeia de 2016 no Instagram.

Mais tarde, a atleta portuguesa voltou às redes sociais para evidenciar que a situação foi "facilmente resolvida": “Fiquem descansados que situação foi facilmente resolvida da maneira que achamos correcta, fomos embora”.

O Lux reagiu com uma mensagem no facebook:

"Não gostámos, não queríamos e não achamos justo que o Lux Frágil tenha sido acusado de discriminação. Defendemos princípios opostos e entre esses princípios está certamente a liberdade. Que prevaleça então o direito de cada um de exprimir o que sente e de dizer aquilo que não queremos ouvir. Esse direito é uma boa definição de liberdade."

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção