Nacional
Filantropa portuguesa desistiu ao fim de sete horas da travessia do Canal da Mancha
Logo revista Lux
Redação Lux  com Lusa em 31 de Agosto de 2016 às 10:07

 

A portuguesa Maria Conceição foi hoje obrigada a desistir de concluir a travessia do Canal da Mancha após sete horas de natação, devido às fortes correntes que se faziam sentir, anunciou a equipa de apoio na rede social Facebook.

"A Maria Conceição não acatou à primeira o conselho do piloto do barco de apoio, mas teve que tomar a atitude mais sensata e, ao fim de sete horas a nadar no Canal da Mancha, teve que parar a sua travessia - neste que era, a seu próprio ver, o desafio mais díficil a que já se tinha proposto - pois as correntes fortes demais colocavam em risco a sua vida, caso continuasse", lê-se na página no Facebook.

O objetivo era o de angariar fundos para a sua fundação no Bangladesh.

 

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção