Nacional
Uma em cada quatro famílias adotivas não revela aos filhos que foram adotados
Eles recorreram à adoção Foto: DR
Redação Lux  com Lusa em 2 de Setembro de 2016 às 10:44

Um estudo da Universidade do Porto realizado com 120 famílias adotivas mostra que 26% dos pais optaram por não contar à criança que esta foi adotada, reflexo de uma comunicação fechada que mantém a adoção como um segredo familiar.

No IPA - Investigação sobre o Processo da Adoção - Perspetivas de pais e filhos, estudo que envolveu crianças entre os cinco e os 15 anos e onde foram entrevistados os pais, os avós e os filhos, os resultados indicam ainda que 41% destas famílias "simplesmente revelam a adoção", enquanto 33% têm uma comunicação aberta e frequente sobre este tópico.

"A qualidade do ambiente familiar é essencial para o desenvolvimento emocional das crianças adotadas", sendo a comunicação "amplamente reconhecida" como um fator determinante dessa qualidade, indicou à Lusa a coordenadora do projeto desenvolvido pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Maria Barbosa-Ducharne.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção